Blog

abr 11

Liberdade interior é responsabilidade

Quanto mais liberdade, mais responsabilidade! A liberdade com responsabilidade pode deixar o ser humano cada vez mais livre! E quanto mais livre você é, mais responsabilidade você assume. E não haverá ninguém controlando. Tudo é por sua conta! Não se trata de baderna e desregramentos, mas sim de uma enorme disciplina.

A liberdade nada tem a ver com o exterior! Ela é interior e tem a ver com a consciência (aquilo que já sei). Qualquer um pode estar totalmente livre exteriormente, mas totalmente prisioneiro internamente. Essa prisão existirá toda vez que a consciência não estiver totalmente livre. Exteriormente nunca estamos sós. São milhares de pessoas perto, à nossa volta. Então convivemos juntos, seguindo regras e leis. Você é livre para ser você, mas não deve interferir na vida das outras pessoas. Diz o ditado: “a sua liberdade vai, até onde começa a liberdade do outro!” se ninguém respeitar a liberdade do outro, a liberdade de todos vai se acabar. Então, no mundo lá fora de nós, todos somos interdependentes. Eu não devo interferir ou invadir o seu ser, e você não vai interferir nem me invadir!

Não é dependência… mas interdependência! Não é castigo nem prisão… Eu preciso de você… você precisa de mim também. Somos interdependentes com relação a tudo… As árvores absorvem gás carbônico e favorecem a todos os seres vivos, devolvendo oxigênio ao ar. Somos interdependentes da natureza. Do sol, da lua, dos oceanos, dos rios. Dos animais e das plantas… não é escravidão! No mundo precisamos uns dos outros, é inevitável! O que se chama “ego” é falso… nenhum de nós está separado no mundo já que estamos em interdependência. Usamos eu para nos expressar. .é prático, nos indica, mas não nos define. É uma fraternidade. Eu dependo dos outros… os outros dependem de mim.

Já no mundo interior, tudo é comigo, posso e devo ser livre! Não somos pensamentos, nem somos a mente. Nem isso nem aquilo! A liberdade interior acontece quando mergulho profundamente na consciência. Conscientemente, cada um deve escolher aquilo que acredita, construindo sua vida! Assim atingirei a minha liberdade. Será então, a minha verdade. Seja bonita ou feia, agrade ou não… E o ser refletirá seu interior, jamais se perturbando com a interdependência do mundo que é uma realidade que não se pode alterar. Ser livre será sempre, uma benção em nossas vidas. Então, saberei escolher tudo que me convier com sabedoria e liberdade! E poderei desfrutar tudo com prazer!

Octavio José de Almeida Lignelli

Agende agora sua terapia